Só lamento ser tão difícil beijar…

Ás vezes tenho medo dos avanços tecnológicos. Os filmes e previsões deveras vezes trazem um futuro cruel, onde as máquinas se rebelarão contra os homens terão vontade própria e vão nos oprimir destruindo nossa existência.

Fico pensando, será que algum computador por engano vai lançar uma dezena de mísseis atômicos e o outro computador vai achar que é um ataque e responder imediatamente destruindo a humanidade? Será que as máquinas nos escravizarão como em Matrix? Será que o futuro da humanidade depende de Schwarzenegger voltar e nos defender dos exterminadores? Ou em uma visão bem mais simplista: será que se o Google não gostar do meu bloguinho ou de algo que eu fizer ele simplesmente me apaga de todos os registros possíveis?

Mas o que percebo, ao menos por enquanto é que os avanços tecnológicos são bons, ao menos tenho me divertido muito com eles, em especial com as novas salas de cinema 3D aqui em São Paulo. Amigos o que é aquilo? Fui com alguma expectativa, mas sem esperar algo tão revolucionário. Quem não foi deve poupar uns trocadinhos (muitos trocadinhos na verdade para pagar os absurdos R$25, inclusive as quartas feiras) e ir passar por essa experiência.

Ok! Ok! O filme 3D em cartaz não é lá essas coisas (Viagem ao Centro da Terra), tem grandes falhas de enredo e soluções mágicas – e bem forçadas – para os problemas que vão surgindo na trama, contudo os efeitos e as surpresas proporcionadas pelo ambiente 3D são inesquecíveis e surpreendentes.

Com todos esses argumentos passo a ficar um tanto quanto menos preocupado em relação ao futuro, afinal se a tecnologia melhora coisas simples como uma sessão de cinema, o que se dirá então do que está ocorrendo na medicina, na agricultura e nas comunicações? Por esse ponto de vista creio que o porvir não deve ser assim tão sombrio.

Assim incentivo a todos que puderem ir, que assistam tal filme, os efeitos de profundidade na tela e dos objetos saltando e passeando pela sala valem a ida ao cinema.

Os únicos “se não” são os óculos especiais, modernos mas bem grandes, e o tempinho que nossa vista (e neurônios) demoram para se acostumar a linguagem 3D, pequenos detalhes é verdade mas que fazem do beijo, esse ato tão perfeito de  praticar no escurinho do cinema, uma missão quase impossível.

Pensando bem… talvez o futuro não seja tão maravilhoso assim… rsrsrs

http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=2339810073265714193

Anúncios

~ por brunopadilha em julho 16, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: