Hipocrisia…

Hipocrisia.

Substantivo Feminino: Vício que consiste em aparentar uma virtude, um sentimento que não se tem. Fingimento, falsidade.

É assim que o “Aurélio” define hipocrisia, e por mais que desde a década de 30 Chaplin dizia que vivíamos “tempos modernos” tenho que discordar e lamentar que vivemos “tempos hipócritas”.

Na vida conheci inúmeras pessoas assim… legalistas socialmente, de caráter “ilibado”, como diriam no âmbito jurídico, admiradas por muitos, alguns escondidos atrás de seus títulos, de suas atribuições, mas que com suas almas corrompidas eram apenas grandes líderes ocos, suas vidas sem sentido algum não passavam de um absoluto engano.

E vivemos isso no dia a dia, o estado civil é mais importante que o coração dos envolvidos, o cargo é mais importante que o valor e conhecimento da pessoa, a formação de um boçal acadêmico mais importante que a experiência, um dez roubado em uma prova é mais valioso que um cinco esforçado, um verdadeiro amor é preterido por uma banal conveniência, uma vida verdadeira abandonada por interesses ridículos.

E onde fica o coração? Onde fica o que realmente é importante? Onde ficam os sentimentos e valores das pessoas? As vezes simplesmente parece que não ficam, infelizmente.

Tudo isso só vai mudar quando cada um de nós pensarmos, vermos o mundo e as pessoas que nos rodeiam de uma forma diferente, não interessa o que aparentamos, mas o que verdadeiramente somos, sentimos, agimos. Se o que o outro faz não nos atinge, se não o faz para nos atingir, não cabe a nós humanos julgarmos, revoltarmo-nos, e sim tão somente deixar que a vida de cada um transcorra paz.

Uma vida sem fingimento, sem falsidade, sem ter que aparentar sentimentos ou situações falsas e portanto sem julgamentos tolos e muito menos uma inveja boba de quem vive aquilo que morremos de vontade de ter vivido mas não vivemos, sem desejar infelicidade para os que escolheram posicionar-se e de fato escolher o que queriam da vida ao invés de deixar que os caminhos os levassem é o que devemos perseguir.

Cada um deve saber que caminho tomar, é uma escolha que só cabe a cada indivíduo, devemos viver intensamente sabendo que nossas atitudes causarão as consequencias por sí proprias, sejam boas ou ruins, mas só cabe a nós mesmos dizer sim ou não para cada decisão.

Devemos ser humildes e respeitosos o suficiente para entender que os outros também podem e devem escolher seus caminhos, sem julgá-los por isso.

Quem sabe um dia seja assim, que cada um possa viver sua vida e ponto, será mais fácil, bem mais fácil para todo mundo e para o mundo.

Um grande amigo diria, pense nisso.

Grande Abraço,

Bruno Padilha

Anúncios

~ por brunopadilha em dezembro 28, 2009.

Uma resposta to “Hipocrisia…”

  1. Post by Notes! rs! No mínimo profético…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: